quarta-feira, 2 de julho de 2008

O Equívoco de Manuela Ferreira leite

Em entrevista à TVI Manuela Ferreira Leite revelou-se contra o casamento homossexual e contra a atribuição de regalias sociais e fiscais para famílias com origem no relacionamento entre duas pessoas do mesmo sexo. Aliás, chegou mesmo a proferir que «a família tem como objectivo a procriação». É um discurso retrógrado, discriminatório e ofensivo, mas existe uma forte atenuante. Manuela Ferreira Leite foi vítima de um embuste por parte de ex-marido que a convenceu de que a família era só para procriar, de forma a justificar só ter tido sexo com ela por 3 vezes durante todo o seu matrimónio (como ele conseguiu mais do que uma vez ainda está para se descobrir, grande estômago). A senhora não é fascista é apenas equivocada.

3 comentários:

provocação disse...

É uma palhaçada! Parece que só quem encaixa nos moldes é que pode viver apoiado neste país... sou hetero, e gostava que as pessoas não me vissem como uma porca parideira! Até porque com tanta criança abandonada tomara elas terem afecto e segurança de quem as queira pois dura foi a rejeição que já sofreram e não se a mãe ama uma mulher e o pai um homem... questiono, se a posição com os homossexuais é essa, que fazemos nós aos estéreis? Também não podem procriar! Caça às bruxas! Vamos todos rapar o cabelo, ser by the rules e acabar com os outros. Lembrem-se só por favor que o ser humano pretende ser mais, muito mais do que isso. E se assim não é, eu não quero pertencer a esta classe (desclasse)... ao pó voltarás...

Juiz de Meia-Tigela disse...

Enquanto jurista, apenas posso dizer que a Dra. Ferreira Leite se limitou a repetir a noção de casamento para o Direito Canónico: a finalidade do matrimónio católico é, efectivamente, a procriação. E acho que é tudo o que se pode dizer em defesa da recém-eleita líder do PSD.

De resto, a explicação do vosso post para as declarações da presidente social-democrata a mim parecem-me bastante convincentes e, na verdade, não se pode exigir mais ao marido dela do que sexo para procriar. Muito bem visto!

Parabéns pelo blogue, continuarei a visitá-lo :D

lidiasantossousa@gmail.com disse...

O meu comentário foi apagado mas vou repetir. Julgava que a leite só TINHA 2 filhos mas afinal sáo 3. Que sacrificio o Leite teve de fazer. se calhar usou a táctica da saca na cabeça da criatura. Esta coisa nojenta desta criatura fez-me recordar uma grande polémica da NATÁLIA CORREIA com um deputado do PSD chamado Morgado que em pleno PARLAMEENTO disse que o casamento só servia para procriar. A Natália fez-lhe une versos celebérrimos que estão publicados. Esta Senhora é uma replica horrivel do Morgado e não representa em nada o SÁ CARNEIRO que mandou estas convenções ás urtigas, deixou a mulher legitima e foi viver em concubinato com uma senhora divorciada, pois apaixonou-se perdidamente por ela e até na morte ficaram ligados pois ambos foram vitimas do acidente de avião.
A SENHORA lEITE É UMA CATURRA E DE AMOR NÃO PERCEBE NADA. IRRA QUE É ESTUPIDA!!!!!!!