terça-feira, 28 de outubro de 2008

Ó meu grande camelo (da margem sul, claro)! Chega aqui, sff!

Como seria de esperar, o relatório divulgado na segunda-feira sobre a Linha do Tua aponta “defeitos grosseiros” na linha férrea. Algumas peças dos carris têm cerca de 40 anos e o traçado apresenta problemas grosseiros. Neste contexto, não é de admirar a cronologia dos últimos 2 anos.

12 Fevereiro 2007 - Um desabamento de terras motiva a queda de uma composição comercial do metro de Mirandela no rio Tua. Morrem três dos cinco passageiros que faziam a ligação entre as estações da Foz do Tua e Mirandela.
.
10 Abril 2008 - Três trabalhadores da REFER ficam ligeiramente feridos, numa acidente na linha.

06 Junho 2008 - Uma composição do metro de Mirandela descarrila perto da Estação Foz Tua, a poucos metros do local onde decorrera o acidente de Abril. O maquinista e dois passageiros ficam feridos sem gravidade. O ministro dos Transportes, Mário Lino, afirma que os terrenos são instáveis e que os acidentes podem "ocorrer com alguma facilidade" na linha.

22 Agosto 2008 - Um acidente ferroviário perto da estação de Abrunheda, Carrazeda de Ansiães, causou hoje pelo menos dois mortos e dezenas de feridos
.
Perante tudo isto, e perante um relatório que se torna inequívoco sobre as responsabilidades políticas do sucedido, o que faz o nosso grandioso Mário Lino? Assobia para o lado. Óbvio, estavam à espera de quê?

1 comentário:

Amelia disse...

Eu não sou grande adepta do Jorge Coelho, mas foi irrepreensível a atitude que tomou quando foi Entre-os-Rios. Já Lino peca por ser um Governante sem honra política.