quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Politiquice nas horas

Portugal continua a ser esquecido pela imprensa mundial. Desta feita foi a Wired Magazine que deu a conhecer aos seus leitores 3 casos curiosos sobre o GMT. De facto os três casos relatados no artigo têm a sua base em assuntos/ decisões de forte cunho político.

Mas, e Portugal Wired? De 230 deputados com assento na Assembleia da República, apenas 50 estavam no seu local de trabalho, o local para o qual tanto fizeram para serem eleitos. E era para ouvir uma mensagem do Presidente da República, imagine-se se fosse um dia de trabalho normal.

E os que se levantam às 6.30 da manhã, noite escura, para apanharem os transportes públicos que os levarão para os seus locais de trabalho, porque as casas perto do mesmo têm preços exorbitantes?

E os que saem do trabalho às 23 horas da noite porque o chefe pediu e no outro dia entram novamente ao trabalho às horas matinais do costume? Horas extraordinárias? O bónus é não serem despedidos.

E Portugal Wired?

N.R. A Wired Magazine prontificou-se a responder à nossa dúvida e esclareceu que «A Wired Magazine está sempre atenta a Portugal. O facto de esse belo país à beira-mar plantado não ter sido referido no artigo em questão, foi tão somente por não se enquadrar no título escolhido. Em Portugal não é uma Smart Thing... é uma Asshole Thing.»

1 comentário:

JRV disse...

Ó Jerónimo, tens de dar um desconto aos srs deputados. Com respeito por todos os outros trabalhadores, ouvir o Cavaco às 9:30h não deve ser nada fácil...