terça-feira, 16 de dezembro de 2008

E em Portugal, o que atiraríamos?


O jornalista iraquiano Al-Zaidi mostrou ao mundo o brilhantismo de se atirar um sapato à cara de um palerma. Como sabem, o arremesso do sapato explica-se com o significado que, na tradição islâmica, um sapato pode ter para repudiar alguém.

Neste contexto, o Lusitânia Insólita lança o seguinte desafio aos seus leitores: E se fosse em Portugal, o que atiraríamos para repudiar um político, por exemplo?
.
a) Um Galo de Barcelos
b) Um Boneco das Caldas
c) Um Zé Povinho em bronze
d) Um Saco de Tremoços
e) Um pão com sardinha assada
f) Um tacho com tripas à moda do Porto
g) Um saco de batatas da Beira
.
Venham as votações e mais sugestões de objectos a atirar. Este é um passatempo que a todos os portugueses interessa!

6 comentários:

Alexandre Corrupto disse...

b)... definitivamente b)...

mas só atirava quando estivesse de costas voltadas para o público...

ah... e não apontava à cabeça...

Juiz de Meia-Tigela disse...

Aqui o povo é sereno e de brandos costumes... atirávamos umas bocas, só para desabafar, e ficávamo-nos por aí, como sempre.

silvestre disse...

Se fosse agora acho que se podia atirar com o Carlos Queiroz. Fica a sugestão.

Anónimo disse...

Um saco de batatas da Beira de nome Valter Vitorino Lemos

Norberto disse...

Eu cá acho que lhes esfregava umas urtigas entre as nádegas... mas a tugalândia molóide como é só ia atirar perdigotos para cima dos políticos.

maiskemaluko disse...

Um saco de merda !!!!!