quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Sentido de oportunidade (ou falta dele)

Que o mar está a avançar sobre a costa portuguesa e que a Costa da Caparica é um dos terrítórios mais visados precisando, por isso, de um reforço artificial do seu areal não é novidade para ninguém. O que é novidade é que o Instituto da Água decida fazer esse reforço exactamente durante a época balnear, quando as praias estão cheias de pessoas que são "convidadas" a sair. Há coisas fantásticas não há?

12 comentários:

pchichorro disse...

Diz que nesta altura do ano o tamanho das ondas permite este tipo de operação.
Mas não me parece la muito duradouro estar a tirar areia do fundo do mar ca para fora. Ja tentei e ela escorrega toda la para dentro.

Amelia disse...

pchichorro: o menino fez o comentário que eu queria fazer. Os meus parabéns!

pchichorro disse...

Mas a ultima frase soa um bocado mal. Devia ter acrescentado "salvo seja" :|

Amelia disse...

Gostas pouco, gostas...

pchichorro disse...

por acaso odeio areia

Amelia disse...

nem molhadinha?

pchichorro disse...

nao. tem coliformes fecais, que eu vi no telejornal da tarde

Amelia disse...

Ora, se a areia está coli-forme a lei, é porque a ASAE deixa que a gente a use..., percebi eu no "Dia Seguinte" com o Dias Ferreira.

pchichorro disse...

Nem colibacilos? Se é assim, vou passar a fazer com areia molhada. Obrigado pela dica

Amelia disse...

O quê? Coli-bacios? Penicos? Isso é tão laaaast season!
Este ano, a tendência é fazer o amor enquanto se recita o último romance da Rosa Lobato de Faria e se ouve um cantor qualquer do portfolio do Rogério Oliveira.

Toninho disse...

olha q 2. vcs sao dementes

Amelia disse...

Nosotros somos dos-mentes brilhantes, si. Gracias cariño! Besos!